Se for para ser consumista,  que seja de bons livros


Já faz algum tempo que me sinto incomodada com os acessos de minha filha, Luíza, a alguns canais do Youtube, estrelados por crianças.

Esses canais trazem tutoriais de brinquedos que, para minha filha, são persuasivíssimos, a ponto de eu já ter flagrado a Luíza em seu quarto, reproduzindo um tutorial de boneca para um público ainda mais virtual. Ela dizia assim:

" Oi, pessoal, hoje eu vou mostrar para vocês a minha boneca XXXX. Ela vem com esses acessórios aqui..."

O que eu flagrei é algo muito parecido com a crônica " O estranho procedimento de Dona Dolores", de Luís Fernando Veríssimo. Nela, o cronista nos apresenta a personagem Dolores, uma dona de casa que, influenciada pelas propagandas da TV, começa a encenar no dia-a-dia, para um público invisível, propagandas. É uma crônica engraçadíssima,

Mas o que eu vivo não é ficção e seria engraçado se não fosse trágico. O fato é que a minha filha estava prestes a se tornar uma consumista de carteirinha. Vivia me pedindo o brinquedo X, a coleção da boneca Y.

Não preciso dizer aqui que eu comecei a controlar o seu acesso a esses vídeos, mas isso não foi fácil, pois, geralmente, o pedido para ver os vídeos era acompanhado de um " por favorzinho, mamãe, acrescido de uma carinha bonitinha e olhinhos pisca-piscas, Na primeira percepção de que a mãe não daria o braço a torcer, não tardava o chilique. Às vezes, o chilique era de intensidade máxima, seguindo de um " Você nem me ama!".

Mãe escuta cada coisa! E por amar tanto, decidi procurar bons canais no Youtube, perdi algumas horas e ganhei uma preciosidade: o canal Brinque-book, de contação de histórias. É um trabalho lindo. Amei!!! Ele existe desde fevereiro deste ano, mas eu só o conheci esta semana. Mas na hora certa.

Assim que a Lu chegou da escola, pediu-me para ver um vídeo. E qual foi a sua surpresa? Respondi-lhe que sim. Peguei o celular e acessei o canal da brinquebook.

Quando ela viu que não eram os tais tutoriais, soltou um "ECA! Quero outro". Disse-lhe um NÃO e deixei o video rolando. Quando ela viu que era uma contação de história, a da Peppa. Ela disse: " Olha, é o meu livro!"


Era a história da Peppa, mas não a Pig. Lu já a conhecia desde julho do ano passado, gostou tanto dele que o escolheu para a biblioteca circulante da escola este ano.

Agora, Luíza já está pedindo para eu acessar o canal para ela e ficou ainda mais feliz quando viu a contação da história Até as princesas soltam pum, de Ilan Brenman. Ela, aos 3 anos, amou este livro.

Definitivamente, todos os caminhos me levam à Literatura. Espero que esses caminhos levem minha filha também. Fica a dica: Canal Brinque-book.



1 visualização

Contato

Inscreva-se no nosso canal no youtube

foto Regiane blog.jpg

Mãe, professora, autora de materiais didáticos, doutoranda em Literatura e Crítica literária pela PUC-SP. 

Idealizadora do Veredas do Texto e criadora de conteúdo 

Regiane Boainain 

  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

veredasdotexto@gmail.com

Tel e whatsapp

(11) 97683 4664