Grandes feitos


Oi, gente!

Tudo bem?


Hoje, escolhi indicar a leitura do conto Grandes feitos, de João Anzanello Carrascoza, um dos autores da Literatura contemporânea que mais admiro. Esse conto está na belíssima coletânea, publicada pela Cosacnaify, infelizmente extinta.


Gosto da forma pura e singela como Carrascoza trata as coisas mais simples do nosso dia a dia. O autor, na contramão da correria cotidiana, entrega-nos uma obra em que há um olhar demorado para as coisas. E quanta beleza se descobre quando se olha demoradamente. Como ele mesmo disse: " Em certas ocasiões, acho que só conseguimos mesmo mirar as pessoas e as coisas com um olhar de primeira vez, quando, vendo-nos sem a lente da expectativa, elas acabam por se revelar a nós, inteiras."

"Grandes feitos” é a pura demonstração de que "no comum das horas podemos encontrar o instante raro"( J.AC). E o que é esse instante raro? É a beleza escondida atrás de algo que não enxergamos porque perdemos a capacidade de olhar para tudo como "de primeira vez", com um olhar de criança.

Um instante raro é " despertar mais tarde e viver umas horas de descuido", é acordar com "o sol já em seu esplendor, envolvendo os espaços com uma grossa demão de luz". É sentir como se o dia fosse " quase uma dor de tão lindo" . O conto narra uma manhã na vida de uma família, como se o mundo começasse naquele momento.

Desejo que você encontre um instante raro no comum das horas. Recomendo essa leitura!

Leia o conto

Um grande beijo!

Regiane Boainain

#Grandesfeitos

0 visualização

Contato

Inscreva-se no nosso canal no youtube

foto Regiane blog.jpg

Mãe, professora, autora de materiais didáticos, doutoranda em Literatura e Crítica literária pela PUC-SP. 

Idealizadora do Veredas do Texto e criadora de conteúdo 

Regiane Boainain 

  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

veredasdotexto@gmail.com

Tel e whatsapp

(11) 97683 4664