Ciganos


Olá, pessoas!

Tudo bem?

Hoje, a dica de leitura é Ciganos, de Bartolomeu Campos de Queirós( Editora Global).


O livro traz a história de um garoto que sonhava em ser roubado pelos ciganos, pois para ele "ser roubado era o mesmo que ser amado". Ele se sentia 'em porta alheia', já que em sua casa, "tudo já andava ocupado: as cadeiras, as camas, os pratos, os copos. Mesmo o carinho distribuído." Então, acreditava que só os ciganos poderiam levá-lo para outros lugares. Assim, portanto, ele realizaria seu desejo escondido, que era "ler a linha do horizonte e desvendar o mistério que diziam além dos mares e das montanhas".

Além da beleza da escritura de Bartolomeu Campos de Queiros, a edição, publicada pela Editora Global, conta com um rico projeto gráfico de Eduardo Okuno. A começar pela capa, já se nota o amarelo que nos remete a signos ciganos: ouro, cobre, fogueira e sol. Na parte superior, vê-se uma imagem circular que se assemelha à bandeira dos ciganos:


É importante dizer que esse símbolo representa o movimento, o ciclo da vida e o encantamento.

O cuidado com os detalhes é uma marca desta edição: a numeração das páginas é feita por meio de sinais que, ao fim, sugerem uma fogueira ou uma roda.

Outro aspecto marcante no projeto gráfico é a linha horizontal que delimita a página. Na parte superior, é mostrada a vida dos ciganos e na inferior, a do menino. Cabe ressaltar que, de seu mundo, o menino sempre estava a espiar o lado de lá da linha do horizonte.

Acompanhe o vídeo sobre Ciganos.


Ficamos por aqui.

Boa Leitura!

Até mais...

Regiane Boainain e Karina Fávaro


6 visualizações

Contato

Inscreva-se no nosso canal no youtube

foto Regiane blog.jpg

Mãe, professora, autora de materiais didáticos, doutoranda em Literatura e Crítica literária pela PUC-SP. 

Idealizadora do Veredas do Texto e criadora de conteúdo 

Regiane Boainain 

  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

veredasdotexto@gmail.com

Tel e whatsapp

(11) 97683 4664