XXII!! 22 brincadeiras de linhas e letras


Olá, pessoas queridas,

Como já sabem, na semana passada, a felicidade chegou pelo correio. Deixem-nos explicar, recebemos de Leo Cunha três livros incríveis e hoje vamos compartilhar com vocês um deles, pois o que é bom deve ser divulgado.



Publicado pela editora Paulinas, XXII!! é um convite ao leitor para brincar com as palavras, com o som e com a imagem. Aceito o convite, é só se deliciar com as brincadeiras, criadas por alguém que tem intimidade com as palavras.

A brincadeira já começa no título, pois o algarismo romano "XXII!!", geralmente usado em referência matemática, não só marca a quantidade de poemas do livro, como também uma interjeição, indicando espanto; ou até mesmo, pode ser lido como o som do xixi (onomatopeia). Este último significado só fica claro para o leitor após ler o poema a seguir, à direita:


Neste poema, o jogo se faz pela intertextualidade, já que, no primeiro verso, é impossível não se recordar de Pneumotórax, de Manuel Bandeira.

Em formato de diálogo, a mesma estrutura da fala do médico: "Diga 33" se repete com os números 22 e 11. O XI, neste momento, apresenta diferentes sentidos: numeral romano ( XI), interjeição de espanto, até chegar ao desejo de fazer XIXI. Sendo assim, se voltarmos à capa do livro, XXII!! não é só um numeral.

Outros dois poemas incríveis são os seguintes:


No poema, à esquerda, o autor explora o significante da palavra, ou seja, sua materialidade, criando uma divertida brincadeira, ja que nas letras OVO, metonimicamente, vemos a parte de uma galinha. A imagem, se ligada à pergunta da parte superior, faz o leitor se lembrar da velha máxima:"Quem veio primeiro: o ovo ou a galinha?". É importante mencionar aqui o rico trabalho de ilustração e diagramação de Graça Lima, tão necessário para a criação de efeitos de sentido.

No poema à direita, o mesmo tom lúdico continua na exploração da palavra serpente e seus diferentes sentidos: 1- "cobra que assusta, 2- faz mal", 3- serpentina(enfeite de forma sinuosa), 4-festa de Carnaval.

Outro poema/ brincadeira incrível é este:


Nele, há um jogo com o sentido da palavra "quarto" que, se ligado ao objeto que sinaliza às copeiras a arrumarem os quartos, ganha o sentido de dormitório, mas, se ligado à ordem dos versos, dispostos na página, indica numeral ordinal, que aponta para o leitor o verso de número quatro, o qual deve ser revisado, já que há nele um problema ortográfico.

Bom, eu fico por aqui, vou deixar os outros 18 poemas/brincadeiras para vocês.

Se você é professor, aguarde o vídeo sobre este livro. Tenho certeza de que você terá motivos de sobra para escolhê-lo para seus alunos.

Fica a dica!

Beijos!

Regiane Boainain


40 visualizações

Contato

Inscreva-se no nosso canal no youtube

foto Regiane blog.jpg

Mãe, professora, autora de materiais didáticos, doutoranda em Literatura e Crítica literária pela PUC-SP. 

Idealizadora do Veredas do Texto e criadora de conteúdo 

Regiane Boainain 

  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

veredasdotexto@gmail.com

Tel e whatsapp

(11) 97683 4664