Regência verbal

Aqui, vocês encontrarão alguns tópicos importantes sobre regência verbal.

A regência é o estudo que envolve uma relação de dependência entre uma palavra ( verbo ou nome) e seus complementos. Essa relação pode ser expressa diretamente ( sem preposição) ou indiretamente( com preposição). Nesta página, focaremos no estudo da regência verbal. 

No estudo da regência verbal, o  termo regido é o complemento do verbo. 

Observe que às vezes  o termo regente exige um complemento com preposição, como em

"Gosto de livros". Em outras situações, o termo regente e termo regido estão unidos sem o emprego da preposição. É o caso de " leia livros". 

Já em " oferecemos bolsas de estudo aos melhores alunos, o verbo " oferecer" conta com dois termos regidos: o termo1, que se liga ao verbo sem preposição e o termo 2, que  se liga ao verbo com a preposição " a"(= aos melhores alunos).

Não é possível esgostar aqui todos os casos de regência verbal. Sendo assim, elencaremos apenas os casos que suscitam dúvidas ao usuário da língua.

ATENÇÃO! Há verbos que admitem mais de uma regência. Isso acontece porque existem verbos que podem apresentar mais de um valor semântico(sentido), proporcionando diferentes regências para esses significados.

Por exemplo, o verbo assistir pode ser apresentado com quatro diferentes valores semânticos e uma regência específica para cada um deles. Veja:

 

Assistir

1. No sentido de “ver, presenciar”, é verbo transitivo indireto, exigindo a preposição “a” para se ligar ao seu objeto indireto.

 

 

 

2. No sentido de “acompanhar, prestar assistência”, é verbo transitivo direto.

3. No sentido de “morar, residir”, é intransitivo. No caso abaixo, para se ligar ao adjunto adverbial, exigiu a preposição “em”.

 

4. No sentido de “caber, ser atribuição”, é verbo transitivo indireto, exigindo a preposição “a” para se ligar ao seu objeto indireto.

Chegar e ir

São verbos intransitivos e exigem a preposição “a” quando indicam localização.

                      

Namorar

 

É um verbo que pode se apresentar como transitivo direto ou intransitivo. Não exige a preposição com.

 

“Eu namoro Rafael há muitos anos.”

 

Acima, o verbo é utilizado como transitivo direto e Rafael é termo regido desse verbo.

 

Também poderia utilizá- lo como intransitivo. Como, por exemplo:

“Ela namora (verbo intransitivo) em segredo (adjunto adverbial de modo).”

 

Atividade

 

Atente-se ao fragmento da composição abaixo e identifique o erro regencial ocorrido. Como poderíamos reescrever a frase corrigindo o erro?

 

“(Refrão)

Sinto falta dela

Namorar com ela

E dos beijos com fervor

Que ela dava por amor

 

Sinto falta dela

Namorar com ela

Nunca mais tive pra mim

Uma namorada assim”

Disponível em: https://www.letras.mus.br/carlos-jader/sinto-falta-dela/. Acesso em 29/ 03/ 2016.

 

Lembrar e esquecer

 

São transitivos indiretos, quando pronominais, exigindo a preposição de. Como no cartum abaixo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RICA CAMMAROTA http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/cartum/cartunsdiarios/?cmpid=menulate#21/3/2016

 

Entretanto, se quiséssemos deixar o verbo como transitivo direto, ficaria: “... mais esqueço o objeto...”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

a) Explique a regência do verbo “entrar”, identificando a preposição solicitada por ele.

 

b) Identifique e classifique o termo regido pelo verbo.

 

III- “Ela entrou e saiu do carro sem perceber que os faróis estavam acesos”.

 

  • A regência do verbo “sair” está correta? Por quê?

  • A regência do verbo “entrar” está correta? Por quê?

 

4. “Um dia, um miúdo indiano cuja família se mudara havia pouco tempo para o bairro contou- nos que na terra dele os combates entre papagaios de papel obedeciam a regras e regulamentos rigorosos.”

 

HOSSEINI, Kalled. O menino de Cabul. Lisboa: Editorial Presença, 2013.

 

a) O verbo obedecer foi empregado com a regência correta no fragmento acima? Por quê?

b) Reescreva a frase em destaque, substituindo o verbo obedecer por desobedecer.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Espero que gostem!

Um beijo!

Karina Baldo 

 

 

Atividades

 

a) Reescreva a frase do último quadrinho, colocando- a em ordem direta.

b) A regência do verbo “ir” está correta? Por quê?

 

Atividade

 

Reescreva o quarto e o quinto quadrinhos, retirando o pronome oblíquo que acompanha o verbo “esquecer”. Faça as alterações necessárias.

Preferir

O verbo preferir é transitivo direto e indireto. Quem prefere, prefere algo a alguma coisa.

“Ela preferia o riso (objeto direto) ao pranto (objeto indireto acompanhado apenas pela preposição a)”.

Está errada a construção: “ela prefere mais o riso do que o pranto.”

 

Simpatizar e antipatizar

 

São verbos que não são pronominais.

“Eu simpatizo com aquele rapaz da livraria.”

Errado: “eu me simpatizo...”

São verbos transitivos indiretos que exigem a preposição com.

“Meu pai antipatizou com o meu namorado.”

 

Atividades

 

1. “Naquela manhã eu visei a tarefa que estava em minha escrivaninha há uma semana. A professora agendou- a para o dia seguinte e eu nem havia começado. Ela disse que iria visar essa tarefa e atribuir uma nota a ela. Não pretendo ter o mesmo rendimento que tive no ano passado, viso a bons resultados escolares neste ano.Por isso, coragem!”

a) Explique o sentido do verbo visar em suas três aparições.

b) Para cada semântica, explique a sua regência, identificando as preposições que possam ser solicitadas.

 

2. Explique a regência do verbo “acreditar” no cartum abaixo, identificando a preposição solicitada.

3. Leia os cartuns e o texto abaixo para responder às questões

 

I.

a) Explique a regência do verbo “sair” no cartum acima, identificando a preposição solicitada por ele.

b) Identifique o termo regido pelo verbo.

 

II.

Contato

Inscreva-se no nosso canal no youtube

  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
foto Regiane blog.jpg

Mãe, professora, autora de materiais didáticos, doutoranda em Literatura e Crítica literária pela PUC-SP. 

Idealizadora do Veredas do Texto e criadora de conteúdo 

Regiane Boainain 

veredasdotexto@gmail.com

Tel e whatsapp

(11) 97683 4664