Dia de chuva


Volta do feriado, chegamos mais cedo em casa para fugir do trânsito, restavam algumas horas ainda para o entardecer.

Meu marido deu um pulo ao supermercado e eu fiquei com as crianças. Chovia...

Deixei Luíza e Marina na sala e fui desfazer a mala. Em um dado momento, eu vinha do quarto das minhas filhas, quando fui surpreendida pela Luíza, minha filha de 4 anos, com um “Cuidado, mamãe! Você vai cair no lago dos crocodilos aterrorizantes!

Aproveitei para levantar a cadeira, que estava deitada no chão e ouvi: “Não, mamãe! O portão do castelo está aberto. Se fechar, como vamos entrar na torre? Perguntei para ela: “então para onde eu vou?”

Luíza, que encarnava uma aventureira, segurou em meus braços, quase me empurrando, disse-me: “Fica aqui.” E me colocou sentada no canto da lareira. “Aqui atrás do muro, os monstros da floresta não vão te pegar”.

Fiquei sentada, como se tudo aquilo fosse uma verdade para mim também. Dei uma olhada para a Marina( minha filha de 2 anos e 6 meses), que nesse momento, só mostrava os pezinhos. Ela estava quietinha, escondida atrás das almofadas, desorganizadamente, arrumadas para serem um esconderijo. Continuei sentada, pensando quão surpreendente é a imaginação das crianças. Elas, meninas de apartamento, sem quintal, sem praça, fechadas em casa, num dia de chuva, brincando de fantasiar. Não sei precisar quantos minutos fiquei ali ao lado da lareira. O que sei é que tudo isso me fez lembrar um livro bem fininho, de Ana Maria Machado, intitulado Dia de Chuva.

A história mostra três crianças que, impossibilitadas de sair para a rua, devido à chuva, transformam o ambiente de todo dia em um mundo incrível, com elefantes, cavernas, navio mágico. Enfim, um grande mundo de fantasia.

Do meu cantinho, atrás da lareira, quer dizer atrás do muro, gritei: “Estou com medo dos monstros da floresta. Alguém me ajude!” Luíza me respondeu: “Calma, mamãe, seu príncipe ainda não chegou!

Assim como Ana Maria Machado, eu também “tenho muita fé no poder da imaginação infantil”.

Que essa imaginação não se perca, a fim de termos no futuro mais adultos criativos e com capacidade de imaginar um mundo melhor!


#DiadeChuva #AnaMariaMachado

Posts Recentes

Contato

Inscreva-se no nosso canal no youtube

Foto Regiane.jpeg

Regiane Boainain 

Idealizadora do Veredas do Texto e criadora de conteúdo 

Mãe, professora, autora de materiais didáticos, doutoranda em Literatura e Crítica literária pela PUC-SP. 

  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon

veredasdotexto@gmail.com

Tel e whatsapp

(11) 97683 4664