Patacoadas



Quantas “patacoadas” acumulamos no decorrer dos nossos dias? Quem nunca comeu algo que não apreciava, por ficar constrangido em recusar? Esqueceu-se de ir ao banheiro e se arrependeu? Falou algo que não devia? Teve vontade de “enfiar a cabeça num buraco” para poder fugir de uma situação desconcertante? Eu, sim! E você? :) Neste livro, a autora Patricia Auerbach reconta, com leveza e bom humor, várias “patacoadas” da sua infância e juventude.

Fica a dica!

Bjs!

Elaine Lotufo



Posts Relacionados

Ver tudo