Tempos do modo indicativo 

Há seis tempos verbais pertencentes ao modo indicativo.  São eles: presente, pretérito perfeito, pretérito imperfeito, pretérito mais-que-perfeito, futuro do presente e futuro do pretérito.

Vejamos agora como se indica o tempo e o modo nas formas verbais. Atente-se para os efeitos de sentido que tal emprego do tempo verbal promove no enunciado.

 

 

 É simultâneo ao ato da fala. Exemplo: O Tempo está nublado.

 

    O presente pode também ter ainda outros empregos, como:

 

  • Pode expressar ação habitual, uma rotina, mesmo que não estejam sendo exercidas no momento em que se fala. É o presente habitual. Exemplo: Acordo às 5 da manhã. 

  • Pode atribuir novidade a fatos ocorridos no passado. É o presente  das manchetes de notícias e reportagens.

Exercícios

 

1. Justifique o emprego do presente do indicativo nas frases grifadas nos textos abaixo.

 

Texto A

 

 

 

 

 

 

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2016/06/1777540-lenda-do-boxe-muhammad-ali-morre-aos-74-anos.shtml

 

TEXTO B

 

 

 

 

 

 

 

 

Toda a Mafalda. São Paulo: martins Fontes, 1993.

 

Observe a conjugação dos verbos estudar. A partir do modelo da primeira conjugação, conjugue os verbos  crescer e partir no presente do modo indicativo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Indica um fato não-habitual, totalmente concluído e definido em certo momento do passado.

Ex: As coisas mudaram muito.

 

EXERCÍCIOS 

1-Transforme os verbos no presente do indicativo em pretérito perfeito do indicativo, realizando as alterações necessárias.

 

a. Carlos abre as latas de doce sem minha ordem

b. Você conduz a reunião com bastante firmeza.

c. Paulo envia e-mails para seus amigos todos os dias.

d. Neste condomínio o assaltante não volta mais.

e.Ninguém suporta sua voz.

Observe a conjugação  dos verbos  no pretérito perfeito do modo indicativo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O pretérito imperfeito é o tempo da ação prolongada, que não esclarece o momento inicial ou final da ação. Ele pode ser usado :

  1. Para descrever ou narrar ações passadas. Exemplo: Ontem, a festa estava maravilhosa.

  2. Para indicar ações ocorridas simultaneamente/ interrompidas por outra ação. Exemplo: Eu lanchava, quando o chefe entrou na sala.

  3. Para exprimir uma rotina no passado. Exemplo: Eu morava em Taubaté.

 

Observe a conjugação  dos verbos no pretérito imperfeito do modo indicativo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esse tempo denota uma ação que ocorreu antes de outra já passada.

 

Exemplo: Quando a polícia chegou, o assaltante fugira com o  dinheiro. 

 

No dia a dia, usamos o tempo composto para substituir o pretérito mais-que-perfeito. Veja:

 

Quando a polícia chegou, o assaltante tinha fugido com o dinheiro.

Observe a conjugação  dos verbos no pretérito mais-que-perfeito do modo indicativo

 

 

 

 

O futuro do presente indica uma ação que ainda vai se realizar.

 

Exemplo: Marta casará após terminar a faculdade.

 

Observe a conjugação  no futuro do presente do modo indicativo

 

 

 

 

 

 

O futuro do pretérito é o tempo de menor comprometimento dentro do modo indicativo. Geralmente, quando o falante emprega esse tempo verbal, ele se mostra pouco comprometido com o que relata. Veja. 

" Local onde garota de 16 anos teria sido violentada"

 

O futuro do presente é empregado também  para denotar um fato que não aconteceu, já que uma determinada condição não foi atendida.

Eu iria à festa de  aniversário  se  eu não tivesse trabalhado no sábado. 

Ou para expressar um  fato futuro em relação a um momento já passado.

 

Em maio do ano passado, meu pai chegou em casa e me disse que em julho daquele ano, nós viajaríamos para a Disney. ( Exemplo do Bruno - 7ºC)

 

Observe a conjugação  dos verbos no futuro do pretérito do modo indicativo

Contato

Inscreva-se no nosso canal no youtube

  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
foto Regiane blog.jpg

Mãe, professora, autora de materiais didáticos, doutoranda em Literatura e Crítica literária pela PUC-SP. 

Idealizadora do Veredas do Texto e criadora de conteúdo 

Regiane Boainain 

veredasdotexto@gmail.com

Tel e whatsapp

(11) 97683 4664